AVISO: O CCBB fecha 24, 25 e 31.12 / 01.01. Boas festas!

Próximo
Anterior

Programa Educativo

CCBB Educativo Setembro

01.09 a 30.09
  • Horário

    de 09h às 21h

  • Ingresso

    Entrada Franca

  • Como chegar

    Visualizar
L

Saiba mais sobre o programa

O PROGRAMA CCBB EDUCATIVO — ARTE E EDUCAÇÃO desenvolve ações que estimulam experiência, criação, investigação e reflexão através de processos pedagógicos, artísticos e curatoriais. Essas partilhas acontecem por meio de trocas culturais e metodologias de educação que garantem acesso amplo e inclusivo ao patrimônio e sua diversidade.

A programação dialoga com as exposições e demais agendas do Centro Cultural Banco do Brasil. Destina-se a todos os públicos com ações inclusivas e afirmativas para estreitar as relações com a comunidade escolar, educadores, pessoas com deficiência, famílias, organizações não-governamentais, artistas, movimentos sociais, profissionais dos campos da arte, cultura e interessados.

Destaque do mês | Semana de Luta da Pessoa com Deficiência – 21 a 28 de setembro

No mês de setembro foram instituídos o Dia Nacional da Luta da Pessoa com Deficiência (21) e o Dia Nacional do Surdo (26). Para celebrar as lutas e conquistas das pessoas com deficiência, o Programa CCBB Educativo – Arte & Educação organiza várias atividades focadas em acessibilidade e inclusão para integrar pessoas com e sem deficiência. Os eventos incluem jogos, palestras e visitas à exposição para crianças, adultos e a comunidade de educadores.

Lugar de Criação – Uma contação em Libras com Libras classificação livre

22 e 23 de setembro

Local: Programa Educativo – 1º andar

Esta contação de histórias está cheia de palavras… feitas com as mãos e escritas no ar! A língua brasileira de sinais é nosso idioma oficial e, usando-a de forma criativa, será possível participar, entender e aprender um pouco mais sobre esse universo. Uma atividade para surdos e ouvintes que conta com um convidado especial, o educador surdo Augusto Machado que também desenhou com a equipe do Educativo a proposta da Atividade Extra: Dia Nacional do Surdo – De Mão em Mão.

Augusto Machado é educador, ator e professor de Libras. Nascido em Duque de Caxias, estudou pedagogia no Instituto Nacional de Educação de Surdos (INES), e trabalhou como educador no CCBB em Rio de Janeiro.

Atividade Extra: Dia Nacional do Surdo – De Mão em Mão com Libras classificação livre

24, 26, 27 e 28 de setembro, 15h–17h

Local: Térreo

Duração: 2h cada dia

Você conhece a língua de sinais? Gostaria de aprender alguns sinais através de um jogo? O CCBB Educativo propõe a troca de conhecimentos sobre a cultura surda e seu idioma. Nas tardes dos dias 24, 26, 27 e 28 convidamos o público a participar de um jogo desenvolvido pela equipe do CCBB Educativo em colaboração com o educador e ator surdo Augusto Machado. Augusto também participa do Lugar de Criação do fim de semana prévio.

Visitas Mediadas especiais para públicos com deficiências

Na ocasião do Dia da Luta da Pessoa com Deficiência e o Dia Nacional do Surdo, organizamos Visitas Mediadas adicionais para pessoas surdas e pessoas com deficiência visual e com autismo.

Visitas Mediadas em Libras

Sexta 21 de setembro, 17h; Sábado 22, 17h; domingo 23, 14h; segunda-feira 24; e quarta-feira 26, 17h

Visita Mediada para público com deficiência visual

Sábado 22 de setembro, 14h; e quinta-feira 27, 17h

Visita Mediada para público autista

Domingo 30 de setembro, 11h; e sexta-feira 28, 17h

Eventos

Múltiplo Ancestral – Dia da Independência do Brasil classificação livre

08 de setembro – 10h

Duração: 2h | Capacidade para 70 pessoas

Local: Auditório – 4º andar

Inscrição por formulário on-line: www.ccbbeducativo.com

O Múltiplo Ancestral é uma plataforma de trocas entre o público e mestras e mestres ligados a diferentes saberes e práticas culturais, articulando a memória e o patrimônio. Alia a tradição oral, o afeto e olhares sobre o material e imaterial, fortalecendo a relação dos diferentes sujeitos com situações caracterizadas pela diversidade.

Nesta edição, que acontecerá durante o feriado de celebração da Independência do Brasil, o Programa CCBB Educativo convida o Instituto de Pesquisa e Memória Pretos Novos (IPN) para debater sobre os processos históricos da formação do território brasileiro e da cidade do Rio de Janeiro a partir da perspectiva da diáspora africana.

O encontro será ministrado pelo professor e pesquisador Cláudio de Paula Honorato, que abordará a escravidão urbana na cidade do Rio de Janeiro, analisando as operações ocorridas no mercado de escravos: a entrada, a estadia e a saída do escravo nesse mercado de almas. Busca-se compreender os motivos que levaram à transferência do Mercado de Escravos da Praça XV para o Valongo, as funções sociais dos escravos e seus modos de vida na cidade.

Instituto de Pesquisa e Memória Pretos Novos (IPN) é um instituto criado em 13 de maio de 2005, com a missão de pesquisar, estudar, investigar e preservar o patrimônio material e imaterial africano e afro-brasileiro. Suas ações tem ênfase com o sítio histórico e arqueológico do Cemitério dos Pretos Novos, e tem a finalidade de valorizar a memória e identidade cultural brasileira em diáspora.

Cláudio de Paula Honorato é doutorando em História – Cultura, Poder e Representações pela UNIRIO – Mestre em História Social Moderna pela Universidade Federal Fluminense (2008). Diretor de pesquisa Histórica do Instituto de Pesquisa e Memória Pretos Novos – IPN. Tem experiência na área de História, com ênfase em História Moderna, História do Brasil Colônia e Império, História da escravidão, da África e do Mundo Atlântico.

Com a Palavra…  com Libras classificação livre

emanuel de jesus - Imagem Destacada -

15 de setembro – 14h, com Emanuel de Jesus

Duração: 2h | Capacidade para 30 pessoas

Local: Exposição – 1º andar

Cadastro realizado 15 minutos antes da visita, no Programa Educativo – 1º andar

Com a Palavra… é uma visita a exposição em cartaz no CCBB, realizada por especialistas ou profissionais de referência em temas diversos. Aborda a exposição a partir de outros campos, olhares, modos de conhecer e de se relacionar com a arte.

Nesta edição, o Programa CCBB Educativo recebe o artista Emanuel de Jesus, que nos ajudará enxergar pela poética das lentes de sua câmera fotográfica as obras e minúcias da exposição Construções sensíveis: a experiência geométrica latino-americana na coleção Ella Fontanals-Cisneros. 

 

Emanuel de Jesusé fotógrafo, artista visual e consultor de acessibilidade em artes visuais Oi Futuro, instituição na qual foi cocriador do projeto Acessibilidade em Movimento, sobre arte, tecnologia e neurodiversidade. Artista independente formado pela estética de Vila Kennedy (Z.Oeste) e Escola de Arte e Tecnologia Kabum. Coordenador geral do Festival Estética Central (FEC) sobre novas mídias, com projeto indicado ao prêmio da Secretaria de Cultura do Estado do Rio de Janeiro.

Atividade Extra: Dia do Cliente – Tesouro Reverso classificação livre

15 de setembro – 13h–15h e 17h–19h

Local: Térreo

Duração: 4 horas

Nesse jogo de tabuleiro partiremos em uma caça ao tesouro, onde cada carta ou casa pisada revelará algo sobre os valores que as coisas possuem e podem ter. Para o objetivo do jogo ser atingido e o tesouro encontrado, os jogadores devem pensar nos privilégios que terão que abrir mão, nas aquisições que terão que fazer e nos artifícios que terão que usar para chegar mais rápido na tão desejada recompensa.

Atividade Extra – Primavera dos Museus: A PNEM e as Perspectivas para a Educação em Museus

17 de setembro – 10h, com Fernanda Castro, Mário Chagas e Maria Clara Boing

Duração: 2h | Capacidade para 70 pessoas

Local: Auditório – 4º andar

Inscrição por formulário on-line: www.ccbbeducativo.com

Celebrando a Primavera dos Museus, que em essa edição está focada nas práticas de educação em museus, o Programa CCBB Educativo – Arte & Educação, em colaboração com o IBRAM, organiza uma mesa que reúne convidados ligados à educação em museus e centros culturais para celebrar e refletir sobre as perspectivas abertas pela Política Nacional de Educação Museal, bem como nos desafios e contextos para sua implementação.

Mário Chagas é museólogo e Diretor do Museu da República, professor da Unirio, com atuação na Escola de Museologia e no Programa de Pós-graduação em Museologia e Patrimônio (Ppgpmus). Um dos responsáveis pela Política Nacional de Museus (lançada em 2003) e um dos criadores do Sistema Brasileiro de Museus (SBM), do Cadastro Nacional de Museus (CNM), do Programa Pontos de Memória, do Programa Nacional de Educação Museal (Pnem) e do Instituto Brasileiro de Museus (Ibram). Fundador da Revista Brasileira de Museus e Museologia – MUSAS e criador do Programa Editorial do Ibram.

Fernanda Castro é educadora museal nos Museus Castro Maya e no Museu Histórico Nacional, integrante do Comitê Gestor da Rede de Educadores em Museus e Centros Culturais do Rio de Janeiro, historiadora e doutora em educação. Integrou a equipe que liderou o processo de construção participativa da PNEM. Atualmente dedica-se à formação e à pesquisa no campo da educação museal, coordenando as ações da Linha de Pesquisa ‘Educação museal: conceitos, história e políticas’, do grupo de pesquisa do MHN no CNPq.

Maria Clara Boing é educadora com experiência em museus de arte e centros culturais. Graduada em Cinema (PUC-Rio) e mestre em Educação (PROPED-UERJ). Atuou como Educadora de Projetos, na Escola do Olhar no Museu de Arte do Rio, de 2013 a 2018. Atualmente, é Educadora Coordenadora na equipe da JA.CA, responsável pelo Programa CCBB Educativo – Arte & Educação, no Rio de Janeiro.

Curso Transversalidades – Primavera dos Museus com Libras classificação 14 anos

22 de setembro – 10h, com Annie Gomes Redig

Duração: 2h | Capacidade para 70 pessoas

Local: Sala 26 – 4º andar

Inscrição por formulário on-line: www.ccbbeducativo.com

Curso para professores e educadores, que aborda temas transversais aos campos da educação e da arte, conectando as questões presentes nas exposições, às urgências e reflexões cotidianas. Tem entre seus temas as práticas artísticas e sociais, a memória, a produção de subjetividades, de territórios e de patrimônios. É ministrado por profissionais convidados de áreas diversas.

Como parte da programação da Primavera dos Museus, que este ano apresenta o foco nas práticas de educação em museus, convidamos a professora Annie Gomes Redig para compartilhar metodologias de construção de materiais pedagógicos acessíveis, conversar sobre a importância de seus usos e como podem contribuir para processos de ensino-aprendizagens em contextos escolares e não escolares, como museus e centro culturais.

Ao final do encontro sortearemos viagens gratuitas nos ônibus do Programa CCBB Educativo para escolas, instituições públicas e ONGs para o período entre 03 e 31 de outubro de 2018.

Annie Redig - Imagem Destacada -

Annie Gomes Redig é graduada em Pedagogia e Mestre e Doutora em Educação. Atualmente é professora adjunta da Faculdade de Educação da UERJ, professora do Programa de Pós-Graduação em Educação – ProPED/UERJ e coordenadora da disciplina de monografia do curso de Pedagogia na modalidade à distância do CEDERJ/UERJ. É Chefe do Departamento de Educação Inclusiva e Continuada, vice-coordenadora do grupo de pesquisa ‘Inclusão e aprendizagem de alunos com necessidades educacionais especiais: práticas pedagógicas, cultura escolar e aspectos psicossociais’ e membro do Conselho Pedagógico da APAE-Rio.

Múltiplo Ancestral – Lá Vem Elas

29 de setembro – 15h

Duração: 1h

Local: Térreo

O Múltiplo Ancestral é uma plataforma de trocas entre o público e mestras e mestres ligados a diferentes saberes e práticas culturais, articulando a memória e o patrimônio. Alia a tradição oral, o afeto e olhares sobre o material e imaterial, fortalecendo a relação dos diferentes sujeitos com situações caracterizadas pela diversidade.

Nesta edição, o grupo Lá Vem Elas realizará uma apresentação que alerta para a violência contra a mulher presente nas letras de sambas e músicas populares brasileiras. Na arte, como na vida, as mulheres das canções brasileiras sofrem violências, enquanto suavemente cavaquinhos e tamborins entoam a melodia. Na performance “Pra que rimar amor e dor?”, elas perguntam, juntamente com o público: por que será?

Lá Vem Elas é um grupo que usa a música e a arte para questionar a naturalização da violência contra a mulher existente em nossa cultura. O grupo já levou a performance para eventos na OAB, ISP-RJ, unidades de saúde e eventos de rua.

Programação Geral

Visitas Mediadas classificação livre

Visita Mediada - Imagem Destacada -

Quartas a Segundas – 12h e 18h

Duração: 1h | Capacidade para 20 pessoas

Cadastro realizado 15 minutos antes de cada visita, Programa Educativo – 1º andar.

Nesta visita, os educadores se juntam ao público para dialogar, compartilhar e trocar olhares, leituras e produções de significados em torno das produções, práticas e trajetórias artísticas das exposições do CCBB.

Visitas Mediadas em Libras com Libras classificação livre

Sábado – 15h

Duração: 1h | Capacidade para 20 pessoas

Cadastro realizado 15 minutos antes de cada visita, no Programa Educativo – 1º andar.

Seguindo os mesmos princípios da Visita Mediada, a Visita Mediada em Libras acolhe pessoas surdas e/ou com deficiência auditiva nas exposições em cartaz, numa experiência compartilhada com os educadores.

Para Visitas Mediadas em Libras e outras Visitas Acessíveis durante a semana do 24 até 30 de setembro, ver Destaque do mês.

Lugar de Criação classificação livre

Sábados, domingos e feriados – de 11h às 13h e de 15h às 17h

Todos os fins de semana, os educadores do CCBB desenvolvem uma programação especial visando a ocupação, a convivência, a criação e o diálogo com a arte, para as crianças e suas famílias. Também é um espaço que recebe artistas e educadores residentes, para se juntarem a nossa equipe no desenvolvimento de propostas específicas, integrando adultos e crianças em processos de experiência com a arte. A programação do Lugar de Criação para o mês de setembro é:

Lugar de Criação – O livro sensível

01 e 02 de setembro

Local: Biblioteca – 5º andar

Dentro da estante, acima do maior armário, um livro repousava. Dentro dele, formas e cores estavam guardadas, de nome Sensível, o livro sabia falar de uma maneira sem igual,  todos podiam ouvir e tudo sempre era entendido. Por azar do destino, um dia fora levado para a rua e um vento forte o abraçou, o conteúdo de suas páginas foram levados pelo ar e em branco suas páginas ficaram. Nessa atividade, que marca o reinício das atividades na Biblioteca Infanto-juvenil do CCBB, criaremos novas páginas para Sensível, para novamente ele poder falar com todos e para todos.

Lugar de Criação – Museu dos sentidos

07 (feriado), 08 e 09 de setembro

Local: Programa Educativo – 1º andar

Neste Lugar de Criação faremos uma oficina para crianças e famílias experienciarem os sentidos para além da visão. Propomos a criação de um museu imaginário, onde possamos perceber cheiros, gestos e ritmos presentes na exposição Construções sensíveis: a experiência geométrica latino-americana na coleção Ella Fontanals-Cisneros.

Lugar de Criação –  Arqueologia do futuro

15 e 16 de setembro

Local: Programa Educativo – 1º andar

Para Arqueologia de futuro queremos convidar crianças e suas famílias a compor objetos e narrativas que serão enviadas para o futuro. Cada visitante poderá assim pensar a importância de colecionar e guardar os nossos símbolos, materiais e pensamentos físicos e subjetivos, e nas maneiras como cada objeto pode ser enviado para esse nosso futuro.

Lugar de Criação – Uma contação em Libras  com Libras

22 e 23 de setembro

Local: Programa Educativo – 1º andar

Destaque do mês.

Lugar de Criação – Nas sombras do baobá

29 e 30 de setembro

Local: Programa Educativo – 1º andar

Nas sombras os objetos são desenhados pela luz, ali algo se revela, se esconde, coisas são guardadas e histórias deixadas. Neste Lugar de Criação iremos contar as histórias que a penumbra traz, criando novos personagens, elementos e cenários e pensando em novas narrativas para serem escritas e guardadas em um teatro luminoso entorno da árvore milenar baobá.

Espaço de Convivênciade Construções sensíveis: a experiência geométrica latino-americana na coleção Ella Fontanals-Cisneros classificação livre com Libras

Quarta a Segunda – de 10h às 20h, até 17 de setembro

Local: Exposição – 1º andar

O Espaço de Convivência do Programa CCBB Educativo – Arte & Educação convida ao encontro, à pausa e ao diálogo. É um lugar onde acolhemos todos os públicos em suas diferenças e singularidades, e afirmamos nosso compromisso com a acessibilidade, a diversidade e a inclusão.

Para essa exposição, a atividade proposta integra interação e experimentação do público, ao inseri-lo em um cenário onde são desenvolvidas construções geométricas que viram imagens. Um jogo que traduz o tridimensional em bidimensional, e que permite refletir sobre a relação entre os corpos e o espaço. Pensado para público de todas as idades e para acolher pessoas com deficiência, o espaço conta ainda com vídeos em Libras que convidam a realizar experiências baseadas nas propostas da exposição.

Visitas Educativas Agendadas classificação livre

Visita Educativa - Imagem Destacada -

 

Segundas: 9h30, 10h,10h30, 14h, 14h30, 19h com Libras

Quartas e Quintas: 9h30, 10h, 10h30, 14h, 14h30, 19h

Sextas: 9h30, 10h, 10h30, 14h, 14h com Libras,14h30

Duração: 1h30 | Capacidade para grupos de até 44 pessoas

E-mail para agendamento: agendamentorj@ccbbeducativo.com

Atendimento telefônico em dias de semana, de 10h às 17h, no número (21)3808-2070

Para mais informações: contatorj@ccbbeducativo.com

Gostou do evento?

CCBB RJcomo chegar

Centro Cultural Banco do Brasil Rio de Janeiro

Rua Primeiro de Março, 66 - Centro CEP: 20010-000 / Rio de Janeiro (RJ) (21) 3808-2020

ccbbrio@bb.com.brFuncionamento: de quarta a segunda, das 9h às 21 horas

Como chegar