AVISO: O CCBB Rio não abrirá nos dias 24, 25 e 31 de Dezembro/2017 e 1º de Janeiro/2018

Próximo
Anterior

Programa Educativo

CCBB Educativo Setembro

01.09 a 30.09
  • Horário

    de 09h às 21h

  • Ingresso

    Entrada Franca

  • Como chegar

    Visualizar
L

Saiba mais sobre o programa

Semana de Luta da Pessoa com Deficiência – LUTAR COM!

20 a 25 de Setembro de 2017

 

LUTAR COM!

De acordo com o Censo 2010, mais de 45 milhões de brasileiros possuem pelo menos um tipo de deficiência, representando quase um quarto da população. Dia 21 de setembro é o Dia Nacional de Luta da Pessoa com Deficiência e o Programa CCBB Educativo, que se mantém ativo nesta luta, trará, além das atividades fixas, debates, ações educativas e um espaço de convivência. Convidamos todos a estar COM.

 

PROGRAMAÇÃO ESPECIAL

Espaço de convivência

O espaço concentrará as informações sobre a Semana de Luta e uma pequena ação de conscientização para os visitantes. A ação constitui em uma caixa com diversos recortes onde estão descritas algumas situações/dificuldades vividas cotidianamente por pessoas com deficiência. O educador estará disponível para conversar sobre o tema.

Local: Térreo

Data: 20 de setembro a 25 de setembro

Horário: 11h às 13h e 17h às 19h

Classificação indicativa: Livre

 

LUTAR COM!

Mesa Redonda

dia nacional de luta - Imagem Destacada -

Tomados pelo tema deste ano, apostamos na abordagem dos movimentos sociais da deficiência e nas discussões que estão presentes. Propomos pensar sobre os sujeitos envolvidos na luta e sobre como são amplas as questões que atravessam e são atravessadas por diferentes realidades.

Integrantes da mesa:

Andrea Chiesorin

Interprete-criadora e co-fundadora da Pulsar Companhia de Dança Contemporânea; Coordenadora da Escola Técnica de Dança Angel Vianna; Gestora da Associação Cultural Vida Sensibilidade e Arte; Baila Comigo – Rede de Intervenção/DefNet; e militante do movimento artes sem barreiras.

Márcia Moraes

Professora Titular do Departamento de Psicologia da Universidade Federal Fluminense.  Desenvolve pesquisas ligadas aos estudos de ciência, tecnologia e sociedade (CTS) em suas interfaces com a psicologia e estudos da deficiência. Desde o ano de 2003 vem realizando pesquisas no campo da deficiência visual.

Nathalia Santos

Estudante de jornalismo, esta mulher, negra, pobre e cega, encantou a todos através do Programa Esquenta, apresentado por Regina Casé. Em 2016, posando ao lado da modelo Naomi Campbell, foi considerada no editorial de aniversário da revista Vogue, uma das mulheres negras mais influentes do país.

Data: 20 de setembro, quarta, às 18h

Local: Sala 26, 4º andar

Classificação indicativa: Livre

Distribuição de senhas uma hora antes no Programa Educativo, 1º andar

*Sujeito à lotação

 

NEGRA URBANA

Ação educativa

A partir do diálogo entre as educadoras negras do Programa CCBB Educativo surgiu a vontade de criar um espaço onde mulheres negras pudessem trocar experiências sobre suas vivências na cidade. Neste mês o tema será sobre mulheres negras na luta pelos direitos da pessoa com deficiência.

Convidadas:

Nathalia Santos

Estudante de jornalismo, esta mulher, negra, pobre e cega, encantou a todos através do Programa Esquenta, apresentado por Regina Casé. Em 2016, posando ao lado da modelo Naomi Campbell, foi considerada no editorial de aniversário da revista Vogue, uma das mulheres negras mais influentes do país.

Norma Maria

Pedagoga especialista em psicopedagogia clínica institucional, especialista em promoção da saúde e desenvolvimento social. É idealizadora do Projeto Marias – Como posso ajudar meu filho especial.

Luana Rayalla

Ex- aluna do PreparaNem de Niterói, aluna na graduação de biblioteconomia na UFF, uma pessoa com deficiência física, travesti e membro do Conselho Municipal pelo os Direitos da População LGBT de Niterói.

Data: 23 de setembro, sábado, às 18h

Local: Sala 26, 4º andar

Classificação indicativa: Livre

Distribuição de senhas uma hora antes no Programa Educativo, 1º andar

*Sujeito à lotação

 

Visita Mediada em LIBRAS

Visita Mediada em LIBRAS - Imagem Destacada -

Apostamos na Língua Brasileira de Sinais como uma ferramenta potente de diálogo entre o público e as exposições vigentes. Contemplando a acessibilidade, as visitas mediadas em LIBRAS são realizadas por nosso educador surdo e nosso educador bilíngue.

As visitas poderão ser feitas nas seguintes exposições:

Cícero Dias – Um Percurso Poético e ‘Reconhecendo o CCBB – Museu Banco do Brasil e Galeria de Valores’

Data: 22 de setembro, sexta-feira, às 16h

Limite de público: até 20 pessoas.

Classificação indicativa: Livre.

Saída do Programa Educativo, 1º andar.

 

Histórias de Ver e Ouvir (Contação de histórias em LIBRAS)

Histórias para Ver e Ouvir - Imagem Destacada -

Como você conta uma história?

Nesta atividade o público participa de uma conversa e uma contação de história feitas totalmente em Libras pelo nosso educador surdo com a presença de um tradutor. Os surdos terão um espaço para construir suas histórias e trocá-las com ouvintes, que poderão se aproximar da Cultura Surda e de seu idioma: Libras (Língua Brasileira de Sinais). Aqui todo mundo vai poder ver, ouvir, viver diferentes histórias, entrelaçadas pelas exposições em cartaz.

 

Data: 22 de setembro, sexta-feira, às 17h

Local: Programa Educativo, 1º andar.

Senhas distribuídas 30 min antes no Programa Educativo, 1º andar.

Vagas limitadas.

Classificação indicativa: Livre.

 

Contação de histórias

Contação de Histórias - Imagem Destacada -

Durante esse período, a atividade trará histórias que se relacionem com a luta de pessoas com deficiência.

Data: 23 e 24 de setembro, sábado e domingo, às 11h e 16h

Local: Programa Educativo, 1º andar.

Senhas distribuídas 30 min antes no Programa Educativo, 1º andar.

Vagas limitadas.

Classificação indicativa: Livre.

 

Livro Vivo

Livro Vivo - Imagem Destacada -

A atividade busca estimular a relação dos visitantes com o objeto livro, além do ato de ouvir e contar histórias, estimulando o interesse pela leitura. Durante esse período, a atividade terá livros cujo tema abarque a luta de pessoas com deficiência.

Data: 23 e 24 de setembro, sábado e domingo, às 13h

Local: Programa Educativo, 1º andar.

Classificação indicativa: Livre.

 

Visitas mediadas para público com deficiência visual ou baixa visão

Visita mediada baixa visão - Imagem Destacada -

Na intenção de promover uma desinstitucionalização e a ocupação da cidade pelas pessoas com deficiência,  ofereceremos semanalmente uma visita acessível (com experiências táteis e descrições afetivas) para pessoas com deficiência visual. Ao estabelecer uma relação de troca com esse público pretendemos criar novas narrativas para a exposição Cícero Dias – Um Percurso Poético e para o CCBB-RJ.

Dia: segunda, 25 de setembro, às 13h

Público alvo: pessoas com deficiência visual ou baixa visão

Limite de público: até 20 pessoas

Classificação indicativa: Livre

 

Programação Geral:

Música Encena – Trupe Cor e Poesia

Música Encena - Trupe Cor e Poesia - Imagem Destacada -

Uma trupe de contadores de histórias inspirados pelos cordéis invade o CCBB Rio de Janeiro para contar um pouco sobre a biografia e obra do artista pernambucano Cícero Dias. Poesia, composições musicais, figurino e adereços são criados e produzidos para tornar este encontro mais especial.

 

Dia: todas as quintas* (até 21/09)

Horário: 14h30

* exceto 07/09

**Dia 14/09, excepcionalmente, a apresentação acontecerá às 13h

todos os domingos (até 24/09)

Horário: 14h

Local: Teatro I, Térreo.

Classificação indicativa: Livre

 

Visitas Mediadas

Visita Mediada - Imagem Destacada -

Nas visitas mediadas o educador acompanha o público pela galeria e por meio de conversas, propõe reflexões que promovem novas percepções sobre o acervo exposto. Durante essa visita os educadores estimulam o diálogo com os visitantes e através da escolha de um percurso, o público é convidado a conhecer o conteúdo expográfico proporcionando ferramentas para o desenvolvimento da autonomia do visitante.

 

As visitas poderão ser feitas nas seguintes exposições:

Tropicália – Um disco em movimento (até 18/09)

Cícero Dias – Um Percurso Poético (até 25/09)

Reconhecendo o CCBB – Museu Banco do Brasil e Galeria de Valores

 

Para grupos agendados

Público alvo: Escolas, Instituições, Associações, ONGs e outros.

Classificação indicativa: Livre

Limite de público: 44 pessoas.

 

De quarta a segunda-feira.

Agendamento e horários disponíveis através dos telefones: 3808-2070 | 3808-2254

 

Para público não agendado

Limite de público: até 20 pessoas.

Classificação indicativa: Livre.

Saída do Programa Educativo, 1º andar

 

Segunda a sexta-feira, exceto terças-feiras:

Horário: 11h, 17h e 18h30.

Sábados e domingos:

Horário: 12h e 18h30.

 

*Os horários estão sujeitos a alterações.

Informações através dos telefones: 3808-2070 | 3808-2254

 

Visita mediada em LIBRAS

Visita Mediada em LIBRAS - Imagem Destacada -

Nosso objetivo é abrir as ações educativas para diferentes públicos apostando na Língua Brasileira de Sinais como uma ferramenta potente de diálogo entre o público e as exposições vigentes. Contemplando a acessibilidade, as visitas mediadas em LIBRAS são realizadas por nosso educador surdo e nosso educador bilíngue.

As visitas poderão ser feitas nas seguintes exposições:

Cícero Dias – Um Percurso Poético (até 25/09)

Reconhecendo o CCBB – Museu Banco do Brasil e Galeria de Valores

 

Dias e horários:

Toda quarta – 12h

Toda sexta – 16h

Sábado, 16 de setembro, às 16h.

Limite de público: até 20 pessoas.

Classificação indicativa: Livre.

Saída do Programa Educativo, 1º andar

*Os horários estão sujeitos a alterações.

Informações através dos telefones: 3808-2070 | 3808-2254

 

Visita agendada com grupos de acessibilidade:

Visita Acessibilidade - Imagem Destacada -

Para estas visitas foi elaborado um roteiro que traz para os mais diversos visitantes a possibilidade de entrar em contato com a exposição a partir de jogos, objetos tridimensionais e lúdicos, além de histórias que, em sintonia com a exposição, contam um pouco sobre as obras.

 

As visitas poderão ser feitas nas seguintes exposições:

Tropicália – Um disco em movimento (até 18/09)

Cícero Dias – Um Percurso Poético (até 25/09)

Reconhecendo o CCBB – Museu Banco do Brasil e Galeria de Valores

Público alvo: Grupos de pessoas com autismo, Síndrome de Down, deficiência intelectual, pessoas com deficiência visual e baixa visão, e pessoas com baixa mobilidade.

Limite de público: Mínimo de 10 pessoas e máximo de 20 pessoas.

Classificação indicativa: Livre

Agendamento e horários disponíveis através dos telefones: 3808-2070 | 3808-2254

 

Visita Agendada Pequenas Mãos

Visita Agendada Pequenas Mãos - Imagem Destacada -

Visitas para grupos agendados de crianças de 3 a 6 anos que dialogam com o conteúdo apresentado nas exposições em cartaz.

As visitas poderão ser feitas nas seguintes exposições:

Tropicália – Um disco em movimento (até 18/09)

Cícero Dias – Um Percurso Poético (até 25/09)

Reconhecendo o CCBB – Museu Banco do Brasil e Galeria de Valores

 

Público alvo: Escolas, Instituições, Associações, ONGs e outros.

Limite de público: mínimo de 10 crianças e máximo de 20 crianças.

Classificação indicativa: 3 a 6 anos

Agendamento e horários disponíveis através dos telefones: 3808-2070 | 3808-2254

 

Visita mediada para público com deficiência visual ou baixa visão

Visita mediada baixa visão - Imagem Destacada -

Na intenção de promover uma desinstitucionalização e a ocupação da cidade pelas pessoas com deficiência,  ofereceremos semanalmente uma visita acessível – com experiências táteis e descrições afetivas – para pessoas com deficiência visual. Ao estabelecer uma relação de troca com esse público pretendemos criar novas narrativas para a exposição Cícero Dias – Um Percurso Poético e para o CCBB.

 

Toda segunda, 13h (até 25/09)

Público alvo: pessoas com deficiência visual ou baixa visão

Limite de público: até 20 pessoas

Classificação indicativa: Livre

 

Visita Mediada Espontânea Pequenas Mãos

Visita Agendada Pequenas Mãos - Imagem Destacada -

Museu é lugar só de adulto? O ‘Pequenas Mãos’ convida crianças de 3 a 6 anos para experimentar o espaço do CCBB através de visitas que dialogam com o conteúdo das exposições, dando ênfase ao olhar investigativo da criança. Aos fins de semana, acompanhadas pelos responsáveis, as crianças poderão participar de visitas lúdicas com os educadores e criar novas narrativas.

As visitas poderão ser feitas nas seguintes exposições:

Tropicália – Um disco em movimento (até 18/09)

Cícero Dias – Um Percurso Poético (até 25/09)

Reconhecendo o CCBB – Museu Banco do Brasil e Galeria de Valores

Dia: Sábados, domingos e feriados

Horário: 14h

Limite de público: Até 20 pessoas.

Classificação indicativa: 3 a 6 anos.

Saída do Programa Educativo, 1º andar.

 

Visitas Teatralizadas

Visita Teatralizada - Imagem Destacada -

A visita teatralizada Reconhecendo: Meu CCBB, com personagens ligados às histórias que permeiam a construção do Centro Cultural, do Banco e da cidade do Rio de Janeiro, explora espaços do prédio, abordando fatos e conceitos de Arquitetura e História.

Dias e horários:

Toda segunda, quinta e sexta – 12h.

Toda quarta – 12h e 16h.

Saída do Programa Educativo, 1º andar.

Classificação indicativa: Livre.

 

Espaço Sensorial – Ao Encontro da Poesia

espaço sensorial 2 - Imagem Destacada -

A partir dos conteúdos apresentados pela exposição, nossa equipe cria e constrói um ambiente que passa da experiência visual em sua pureza para uma experiência do tato, do movimento, dos materiais, em que o corpo inteiro, antes resumido à visualidade, desperta para outras e novas percepções.

Durante a II Guerra Mundial, Paris estava ocupada pelo exército alemão e Cícero Dias foi o responsável por milhares de papéis com o poema “Liberté”, de Paul Éluard, terem sido lançados de um avião inglês sobre a cidade, inspirando-a a resistir ao regime nazista. A obra de Cícero permeia uma liberdade artística e poética muito peculiar e própria, que dialoga com diversos momentos da história da arte, sem se limitar a somente um deles. A poesia “Liberté” está nos fones de ouvido e nos fala de todas as possibilidades de ser livre, assim como fez Cícero, sem se prender a nenhum movimento artístico, permanecendo em um universo onírico próprio. O poema também está declamado em Libras e será disponibilizado em tablets à disposição do público no Programa CCBB Educativo.

Dias e horários (até 25/09):

Segundas, quintas, sábados e domingos – 09h às 20h.

Quartas e sextas – 09h às 12h e 16h às 20h.

Classificação indicativa: Livre.

Local: Programa Educativo, 1º andar

 

Laboratório Aberto

O CCBB Educativo oferece 3 atividades relacionadas a exposição Cícero Dias: Um Percurso Poético

 

Alguém me disse

De quantas histórias é feito um lugar? De quantas maneiras podemos contar uma mesma história? Cada região carrega seu acervo de narrativas e dialetos. No laboratório aberto proposto pelo Programa CCBB Educativo o visitante terá a oportunidade de ouvir e deixar histórias que falem da cultura do seu lugar de origem, para que outras pessoas possam ter acesso através de uma gravação de áudio.

Ditados populares, causos, lendas urbanas, tudo isso pode ser o suficiente para representar culturalmente modos de se relacionar com o outro a partir da fala.

Um banco de praça compõe um cenário perfeito para que a prosa aconteça. Convidamos a todos para uma conversa que resgate histórias que façam parte do imaginário de diferentes locais, logo, que tenham diferentes origens.

O fio da história

Laboratório Fio da História - Imagem Destacada -

As palavras sãs as únicas que podem contar histórias? Cícero Dias nos mostra que apenas as imagens podem ser o suficiente para conduzir uma narrativa. Mas e se juntarmos os dois, imagem e palavra, que possibilidades de sentidos poderíamos ter nessa relação. O Programa CCBB Educativo convida a todos a deixar uma história que irá compor o cenário do nosso laboratório aberto. O visitante poderá mexer, trocar e substituir desenhos por palavras, palavras por imagens, e a partir daí, compor um grande mosaico narrativo.

 

Ciclos Poéticos

laboratório ciclos poéticos - Imagem Destacada -

A obra de Cícero Dias nos leva para uma imersão a um lugar grandioso e repleto de informações, que remetem ao universo do menino recifense. É construído um mundo a partir de seu repertório de cores e imagens de casas, pessoas, lugares: em perspectivas poéticas muito pessoais e ao mesmo tempo cheias de informações, que transitam entre planos, “causos” e que aproximam o espectador de um estilo cotidiano bastante próprio do modernismo brasileiro. A partir destas percepções, buscamos trabalhar com uma plataforma giratória/circular, um livro com folhas que convidam a uma construção poética.

Dias: Sábados e Domingos (até 24/09)

Horário: 14h às 16h30

Local: Programa Educativo, 1º andar.

Classificação Indicativa: Livre.

 

Pequeníssimas Mãos

Pequeníssimas Mãos - Imagem Destacada -

O objetivo da atividade Pequeníssimas Mãos é propor uma experiência de fruição no campo da arte para os bebês que, desde cedo, são convidados a frequentar os espaços culturais. Com muita música e poesia, as atividades estão relacionadas com os temas das exposições permanentes e temporárias que ocupam o CCBB.

Data: 30 de setembro e 01 de outubro.

Horário: 14h (bebês que andam) e 15h (bebês que não andam).

Local: Espaço Educativo, 1º andar.

Classificação indicativa: 0 a 2 anos.

Senhas distribuídas 30 min antes no Programa Educativo, 1º andar.

Vagas limitadas.

 

Livro Vivo

Livro Vivo - Imagem Destacada -

A atividade busca a interação com o espaço do Programa Educativo, desenvolvendo a  relação dos visitantes com o objeto livro, além do ato de ouvir e contar histórias, estimulando o interesse pela leitura.

Data e hora: Sábados, domingos e feriados – 13h

Local: Programa Educativo, 1º andar.

Classificação indicativa: Livre.

 

Contação de histórias

Contação de Histórias - Imagem Destacada -

A contação visa elaborar conceitos presentes nas exposições em cartaz a partir da narrativa e da oralidade, apresentando ao público uma outra forma possível de se relacionar com o conteúdo conceitual e artístico trazido pela exposição em cartaz. A atividade trabalha também o patrimônio imaterial brasileiro, pesquisando e divulgando nossos contos tradicionais e o imaginário popular e sua tessitura oral.

Data e hora: sábados, domingos e feriados – 11h e 16h.

Local: Programa Educativo, 1º andar.

Classificação indicativa: Livre.

 

Histórias para Ver e Ouvir

Histórias para Ver e Ouvir - Imagem Destacada -

Como você conta uma história?

Na atividade Histórias de ver e ouvir o público participa de uma conversa e uma contação de história feitas totalmente em Libras pelo nosso educador surdo com a presença de um tradutor. Nessa atividade os surdos terão um espaço para construir suas histórias e também trocar essas histórias com ouvintes, que poderão se aproximar da Cultura Surda e de seu idioma: Libras (Língua Brasileira de Sinais). Aqui todo mundo vai poder ver, ouvir, viver diferentes histórias, entrelaçadas pelas exposições em cartaz.

Data: Sábado, 16 de setembro

Horário: 15h

Local: Programa Educativo, 1º andar.

Senhas distribuídas 30 min antes no Programa Educativo, 1º andar

Vagas limitadas

Classificação indicativa: Livre.

Gostou do evento?

CCBB RJcomo chegar

Centro Cultural Banco do Brasil Rio de Janeiro

Rua Primeiro de Março, 66 - Centro CEP: 20010-000 / Rio de Janeiro (RJ) (21) 3808-2020

ccbbrio@bb.com.brFuncionamento: de quarta a segunda, das 9h às 21h.

Como chegar