Próximo
Anterior

Música

Sai da rede! O som que vem da web

08.04 a 09.04
  • Ingresso

    Inteira R$ 20 | Meia R$ 10

  • Como chegar

    Visualizar
L

Saiba mais sobre o evento

Sai da Rede – o som que vem da web – é um festival musical com artistas da nova geração que divulgam e produzem suas músicas através da internet e se destacam conquistando amplo público. A maioria dos artistas dessa nova geração da música popular brasileira, a exemplo dos que participam da 4ª Edição do Sai da Rede – Mahmundi, Rico Dalasam, Tássia Reis, Flora Matos, 13.7, Júlia Vargas, Ana Vilela e Rubel – ao mesmo tempo em que compõem e interpretam seus trabalhos, registram suas produções em estúdios, por vezes montados em casa, porém com equipamentos profissionais.

A seleção dos nomes, feita por Amanda Menezes e Pedro Seiler, ambos experientes produtores culturais e curadores, foge do lugar comum da música comercial, popular, para garimpar e trazer ao palco o que há de melhor circulando na rede. A curadoria mostra a enorme pluralidade e independência estética da música brasileira atual, que bebe das mais diferentes fontes, do rock ao eletrônico, do maracatu ao jazz, mas sempre reverenciando a riquíssima herança musical do nosso país.

A cantora, compositora, produtora e multinstrumentista Mahmundi é quem abre a programação do Festival (dia 25), quando apresenta parte do repertório de seu álbum de estreia, que leva o nome da artista.

Na mesma noite, Rico Dalasam apresenta seus raps autorais, lançando em seu disco “Orgunga”. Dono de seu próprio estilo e de suas rimas, Rico provou, logo em sua estreia, ser um rapper à altura dos grandes, sendo reconhecido por todos eles em convites para participações.

No domingo (dia 26), segundo dia do Festival, quem abre a noite é Tássia Reis. Letrista, compositora e cantora, Tássia é uma potência criativa de convicções, em seu discurso feminista e libertário, da intolerância à opressão emocional, em canções embaladas por sua voz doce.

Em seguida, é a vez da brasiliense Flora Matos. MC, que para André Maleronka, editor-chefe da Vice Brasil, “está entre os artistas mais interessantes que apareceram no país nos tempos recentes”.

A noite do segundo fim de semana do “Sai da Rede” (dia 8), começa com o grupo carioca 13.7, cujas influências vem do rock, blues, samba, vanguarda paulistana, Folk, MPB ou, como eles mesmos dizem: “de tudo que vem de onde não sabemos e ainda assim consegue fazer sentido, fazer sentir”

A segunda surpresa da noite é versatilidade e a musicalidade de Júlia Vargas. Uma aposta de Milton Nascimento, “Júlia Vargas é dona de uma gloriosa voz. Nos últimos anos tenho visto poucas cantoras com tanto potencial como o da Júlia. Ela vai dar muito o que falar ”.

Para a noite de encerramento do Festival (dia 9), Ana Vilela, autora de “Trem-Bala”, que circula em milhares de celulares, através do aplicativo WhatsApp, e alcançou um sucesso impossível de se contar, ao ser interpretada por Gisele Bündchen.

E para a despedida do Festival, o carioca Rubel, sucesso no Youtube, com mais de 3,6 milhões de visualizações, apresenta canções de seu álbum autoral e independente Pearl.

(facebook:www.facebook.com/festivalsaidarede e do twitter @festsaidarede é possível ver os vídeos dos shows, fotos e comentários dos espectadores).

8/4 – Sab: 20h – 13.7 e Júlia Vargas

9/4 – Dom: 19h – Ana Vilela e Rubel

Gostou do evento?

CCBB DFcomo chegar

Centro Cultural Banco do Brasil Brasília

SCES, Trecho 02, lote 22 CEP: 70200-002 | Brasília (DF) (61) 3108-7600

ccbbdf@bb.com.brFuncionamento: de terça a domingo, das 9h às 21h.

Como chegar